Favoritos de 2014 (em construção)

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

[RESENHA] O Projeto Rosie - Graeme Simsion

O Projeto Rosie  Para se ter a vida de Don Tillman, não é preciso muito esforço. Às terças-feiras come-se lagosta com salada de wasabi (seguindo um roteiro com refeições padronizadas que evitam o desperdício de ingredientes e de tempo no preparo); todos os compromissos são executados de acordo com o cronograma – alguns minutos reservados para a prática do aikido e do caratê antes de dormir; uma hora para limpar o banheiro; três dias da semana reservados para suas idas à feira – e se, apesar dessa programação, algum desagradável contratempo surgir em sua rotina, não há nada que não possa ser solucionado com meia hora de pesquisa científica.
Exceto as mulheres.
Até o momento, a única coisa não esclarecida pelos estudos no campo de atuação de Don, a genética, é o motivo para sua incapacidade de arrumar uma esposa. Uma namorada ao menos? Ou até mesmo uma amiga para somar ao seleto grupo de amigos de Don, formado por Gene, também professor na universidade, e a mulher dele, Claudia, psicóloga e esposa muito compreensiva.
Para solucionar esse problema do modo mais eficaz, Don desenvolve o Projeto Esposa, um questionário meticuloso que irá ajudá-lo a filtrar candidatas inadequadas a seu estilo de vida: fumantes JAMAIS, e mulheres que se atrasam por mais de cinco minutos ou que usam muita maquiagem estão fora dos critérios pouco flexíveis que o levarão à mulher ideal. O único problema é que um questionário desse tipo exige tempo e dedicação, duas coisas que começaram a diminuir exponencialmente no cotidiano de Don desde que ele conheceu Rosie: fumante, vegetariana e incapaz de chegar na hora marcada. Ou esse era o único problema até Rosie entrar na vida de Don e – despretensiosamente, uma vez que ela nunca se candidatou ao Projeto Esposa – mostrá-lo que a mulher ideal não existe, mas o amor, sim.

Editora Record      /     320 Páginas  /     Skoob    / ChickLit


Depois de ler várias resenhas a respeito deste livro eu fiquei me perguntando o porque de tanta euforia com um chicklit, curiosa como sempre sou, fiz minha irmã comprar e desatei a ler. Resultado: não conseguia parar. 
O Projeto Rosie conta pra gente a história do Don. Don é um cara musculoso, professor de genética, 39 anos, sabe lutar caratê e aikido mas... é um desastre total quando o assunto é mulher, melhor dizendo, quando o assunto significa ficar ao lado de uma pessoa que não corresponde às expectativas do Don, depois de um toque dado por sua antiga amiga, Don resolve se casar mas não é tão fácil pois aparentemente nenhuma mulher consegue satisfazer os quesitos postos por ele. Pensando nisso ele resolve criar o Projeto Esposa, que segundo ele, vai evitar desperdício de tempo saindo com mulheres que não não se adequam ao seus critérios: não fumar, não usar muita maquiagem, não beber ou beber moderadamente, tem que comer carne e, por causa de uma desilusão do passado, não pode ter um sabor favorito de sorvete, pois como ele diz, todos sabores são praticamente iguais... entre várias outras questões que fazem parte do Projeto. Aparecem algumas candidatas mas nenhuma parece agradar o Don. É aí que seu amigo Gene, um cinquentão tarado, "apresenta" Rosie como uma candidata. 
Rosie é fumante, vegetariana, não sabe nada de matemática e ainda por cima chega atrasada em todos seus compromissos. Don tira totalmente qualquer chance de Rosie entrar para o Projeto Esposa mas cria uma amizade bonita e sincera com ela depois  de tentar ajuda-la a encontrar seu pai, se metendo em várias confusões e situações constrangedoras Don sai totalmente da rotina regrada e monótona dele para se aventurar com a bela e engraçada Rosie. Ele não sabe o que é se emocionar, não sabe e nunca sentiu o amor... bem, isso está prestes a mudar.

O Livro é todo narrado pelo meu querido e apaixonante Don, um cara totalmente cheio de regras e que nunca, veja bem... NUNCA se atrasa para seus compromissos. Ele tem apenas dois amigos, o cinquentão tarado Gene e a esposa Claudia. 
É uma leitura muito gostosa, uma história muito bem escrita e muito bem narrada. A caracterização do Don é sensacional, ele não entende sarcasmos, piadas e não sabe mentir.
A Rosie tem 29-30 anos e é totalmente o oposto do Don. E, como sempre, é claro que os opostos vão se cruzar. E gente, o que é aquele final? me brotam lágrimas de alegria só de lembrar. O autor fez um trabalho incrível. Sabe o Sheldon Cooper? o Don é a versão mais adulta dele, as manias são praticamente iguais e a profissão também é parecida. Como fã, meu coração é todo do Sheldon Cooper, mas confesso que o Don roubou um pedaço meu *-*. 
O que é essa capa?, fantástica, linda, maravilhosa e tem muito a ver com o livro, a lagosta... a bicicleta e o drinque fazem tanto parte da capa quanto da vida do Don. 
Não teve como dar uma nota menor que 5, se pudesse, daria mil. 
Meus parabéns para o autor, continue roubando meu coração. 

                      


Nenhum comentário :

Postar um comentário

Obrigada por comentar!