Favoritos de 2014 (em construção)

sábado, 14 de dezembro de 2013

[Resenha #27] Quem é Você, Alasca? - John Green


Quem é Você, Alasca?

O Primeiro Amigo, a Primeira Garota, as Últimas Palavras



 Miles Halter é um adolescente fissurado por célebres últimas palavras que, cansado de sua vidinha pacata e sem graça em casa, vai estudar num colégio interno à procura daquilo que o poeta François Rabelais, quando estava à beira da morte, chamou de o "Grande Talvez". Muita coisa o aguarda em Culver Creek, inclusive Alasca Young, uma garota inteligente, espirituosa, problemática e extremamente sensual, que o levará para o seu labirinto e o catapultará em direção ao "Grande Talvez".






Editora: Martins Fontes
Gênero: Romance, YA.
Autor: John Green
Páginas: 230
Nota: 11111 5/5
No Skoob


-
Quem é Você, Alasca? narra a história do Miles Halter, um garoto normal que coleciona célebres últimas palavras e que esta cansado de sua vida na Flórida e vai estudar em Culver Creek no Alabama em busca do seu Grande Talvez. Lá ele encontra Chip Martin, Coronel , com quem faz amizade rapidamente. Coronel é um adolescente humilde que tem horror a gente rica mas se dar super bem com Gordo, é assim que ele chama Miles. Além de Coronel, ele também faz amizade com o resto da turma, Takumi, Lara e Alasca Young. Alasca é uma garota de lua, em um minuto ela pode estar bem e em outro ela pode surtar, e é claro que Miles se apaixona perdidamente por ela, uma garota que bebe, fuma e tem uma biblioteca enorme dentro de seu quarto, ela definitivamente não é uma garota comum, ah, ela tem um namorado e é louca por ele (ela deixa isso bem claro). Miles, claro, não quer nem saber e fica alimentando suas próprias esperanças.
Com seus novos quatro amigos Miles se mete em diversas situações engraçadas e muitas vezes tensas. Depois de ter sido vítima de um trote violento, seus amigos formam uma vingança, tudo para defende-lo.
Aquele lugar vira uma casa para ele, seus hábitos mudam completamente, ele começa a beber e a fumar, além de vivenciar situações inusitadas e diferentes. Ali ele aprende a aproveitar a vida e viver cada segundo como se fosse o último. Nem tudo são flores e a vida de Miles vira de cabeça para baixo quando uma tragédia acontece, as marcas que isso causa vai mudar a vida dele completamente.

                       "Se as pessoas fossem chuva, eu seria a garoa e ela, um furacão."
                                                                                                    Pg 91
                                                                                 

Eu adorei a Alasca, mesmo sendo temperamental e bipolar foi uma personagem que me agradou profundamente. 
Os diálogos são muito inteligentes, cheios de sarcasmos e muitas vezes hilários. Como em A culpa é das Estrelas o final desse livro me emocionou e me marcou bastante. 

O livro é todo narrado em primeira pessoa na visão do Miles e é dividido em duas partes, o Antes e o Depois, o que acontece nesse meio tempo é tenso, é triste e é nada esperado.
 Esse é o segundo livro que li do Green e só tive experiências ótimas. Os personagens que o John cria não são normais, nem os personagens nem as histórias, ele cria ambientes e situações novas. A criatividade que esse homem tem é impressionante, e é isso que ele faz: ele impressiona e emociona. Mesmo se você não gosta do gênero YA, dê uma chance pra esse livro, vale a pena. 

Um livro inesquecível. 
Leia. 

5 comentários :

  1. Esse livro quase me matou, ai meu coração!!!!! <3
    Fiquei super angustiada.

    http://rotinadafelicidade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Claudia, tudo bem?
      O John Green tem disso de deixar a gente agoniada mesmo :/

      Beijos sua linda!

      Excluir
  2. Olá!!

    Li ACEDE ontem. omg, como chorei! kkkk..
    Estou apaixonada pela escrita do John Green e quero mais livros dele. Gostei da proposta desse, que eu vi melhor agora.
    Beijos.

    http://vivianpitanca.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nao tem como nao chorar em ACDE.
      A escrita dele é ótima mesmo <3
      Leia esse e Cidades de Papel tambem.
      Um super beijo.

      Excluir
  3. Engraçado você dizer que os personagens e situações não são normais, porque eu vejo totalmente o contrário. Para mim tudo aí foi bem real. Talvez não a minha realidade, ou a sua, mas tenho certeza que acontece. Se paramos para pensar nos problemas deles em si principalmente. O melhor para mim nessa história foram as frases maravilhosas vindas dos diálogos, dão uma baita reflexão. É meu livro favorito do autor.


    Conhece o nosso blog? Estamos sempre retribuindo visitas e comentários de nossos amigos blogueiros :D
    ourbravenewblog.weebly.com

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!