Favoritos de 2014 (em construção)

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

A Vida na Porta da Geladeira - Alice Kuipers

A vida na porta da geladeira
Editora: Martins Fontes
Autora: Alice Kuipers
Nº de páginas: 226


Sinopse: 

Claire, de 15 anos, e sua mãe têm uma rotina muito atribulada. Nos raros momentos em que a mãe está em casa (ela é obstetra), a filha está na escola, com amigos ou com o namorado. Resultado: as duas quase não se veem e se comunicam deixando recados na porta da geladeira. Esses recados vão desde cobranças banais [Oi, MÃE! (Que eu NUNCA MAIS vi!)] até revelações tocantes e contundentes por parte de mãe e filha durante o penoso tratamento do câncer de mama da mãe, num ano que se revelará decisivo para as duas. Em seu romance de estreia, Kuipers capta a ansiedade por trás da tragédia e revela a importância de viver a vida intensamente, lembrando ao leitor a necessidade de encontrarmos tempo para as pessoas que amamos mesmo em momentos de dificuldade e desafios.



-
Um livro para se ler em uma sentada, narra a vida de mãe e filha por meio dos bilhetes que uma deixa para a outra na porta da geladeira. Os desencontros de duas pessoas que moram na mesma casa, o amor de uma para com a outra e o destino querendo separá-las ainda mais: o recente descoberto câncer de mama da mãe. 
A filha, Claire, tem 15 anos e está no primeiro ano do ensino médio. Tem uma vida social a qual zela muito, uma amiga que está sempre por perto e um namorado que parece ser muito idiota. Vive deixando bilhetes com pedidos de aumento de mesada e reclamando da mãe distante e das tarefas do lar. 

A Mãe é uma obstetra de sucesso que é uma notável workaholic (viciada no trabalho), vive deixando bilhetes para a filha com lista de compras de supermercado, declinação ao aumento de mesada (haha) e avisos de que alguém ligou. 


O assunto dos bilhetes muda quase que completamente quando a mãe de Claire descobre que tem câncer de mama. No começo ela não quer preocupar a filha mas depois acaba percebendo que precisa do apoio dela para enfrentar o tratamento difícil. 

Para Claire é como se a ficha ainda não tivesse caído, continua vivendo sua adolescência sem se preocupar muito com a mãe, afinal, ela ainda está trabalhando e mal para em casa, isso deve dizer que está bem. 
A ficha cai aos poucos e Claire tem que aprender a ser mais presente, principalmente nesse momento tão difícil para ambas.

Uma história emocionante contada de forma simples e rápida. A maioria dos bilhetes não tem mais que dois ou três parágrafos. Li em menos de 2 horas. Foi uma leitura gostosa, reflexiva e muito bela. Confesso que tiveram momentos que senti raiva da Claire por ser tão egoísta, mas ela é só uma adolescente, e têm responsabilidades com a casa, mesmo tão jovem. 

Dei 4 estrelas. Indico pra quem quer uma leitura bem rápida e sensível. Sensível é a palavra que pode definir esse livro. 

Se você já leu ou sente vontade deixa um comentário aqui em baixo ;)
Beijos!

23 comentários :

  1. Gostei do seu blog, Parabéns!
    Deixe um comentário lá no meu blog também: http://viciodelerlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Já prevejo choradeira da minha parte, se um dia eu tiver a oportunidade de ler. :p
    Achei super interessante o título e o contato mãe e filha através de bilhetes.
    Não conhecia o livro, mas já gostei da dica. :)
    Resenha #164 - Bem-Casados - Quarteto de Noivas - Livro 03 - Nora Roberts.
    Confere lá!
    http://manuscritodecabeceira.blogspot.com.br
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha, eu achei que fosse chorar e apesar do livro ser emocionante não cheguei a derramar lágrimas de fato.
      Que bom que gostou!!
      Beijos Lauri

      Excluir
  3. Oi flor, amei o seu blog!
    Adorei a resenha e morro de vontade de ler esse livro.
    Já estou te seguindo!
    Beijos

    http://entrelinhaslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi, Gabrielly, tudo em?
    As nossas últimas resenhas foram do mesmo livro, muito legal isso. :)
    Eu amei esse livro e talvez "sensível" realmente possa defini-lo. Parabéns pela resenha.

    Beijos,
    Nina & Suas Letras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo ótimo Nina!
      Muito legal mesmo.
      É um ótimo livro mesmo, sensível é a palavra para descreve-lo.
      Beijos!

      Excluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Eu nunca ouvi falar desse livro, mas a história me chamou bastante atenção, até porque de alguma forma faz com que a gente reflita um pouco sobre as nossas vidas né? Eu achei muito bacana tudo que você contou sobre a história do livro e seu ponto de vista foi essencial para que eu me interessasse =] Vou procurar saber mais dele e quem sabe até garanto um exemplar para ler, embora eu ando bem pobre por conta da Bienal de SP que sinceramente me faliu...não só a mim, mas meu namorado também hahahaha...Enfim...parabens pela sua resenha linda. Muito sucesso com o seu blog

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que minha resenha tenha te deixado interessada!!
      Leia sim, é um livro emocionante <3
      Muito obrigada!!
      Beijos

      Excluir
  7. Oi Flor! Adoro leituras rápidas e sensíveis! O enredo me chamou bastante atenção, achei a capa linda e sua resenha me intrigou a ler e conhecer essa mãe e filha! Amo minha mãe e ela é uma grande amiga!
    Nova Resenha: Incendeia-me - Trilogia Estilhaça-me - Livro 3 - Tahereh Mafi
    http://overdoselite.blogspot.com.br/2014/09/resenha-incendeia-me-trilogia-estilhaca.html
    Beijinhos
    Paulinha Juliana - Overdose Literária!

    ResponderExcluir
  8. Ola
    Não conhecia o livro, parece ser interessante já que é uma história narrada por meio de bilhetes, nunca tinha lido nada assim, me interessei.

    http://momentocrivelli.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oláaa!!
    Não conhecia o livro, confesso. Mas adorei saber sobre ele. Parece ser bem linda a história. Ainda mais quando há o assunto "câncer" no meio, sou muuuito sensível!!
    Beijooos

    http://our-constellations.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que leia, Ana <3
      Também sou muito sensível com esse tipo de história.
      Beijos e obrigada pela visita <3

      Excluir
  10. Um interessante, quer dizer que mãe e filha mora na mesma casa, e ao mesmo tempo, são distante uma da outra, e parece o correio mandando carta rsrsr, só se comunica no papel rsrsr. me interessei pelo livro, pois hoje na nossa realidade, não é muito diferente não.
    Flor tem post novo, poderia me visitar? e sempre que tiver post novo também me avisa.
    magrafelizpensa.blogspot.com e www.youtube.com/user/marcmarify

    ResponderExcluir
  11. Um livro bem forte, seja dita a verdade.
    Adorei a resenha. Juro que não conhecia esse livro. ta ai uma boa dica de leitura.
    Beijo e beijos
    Nany Oliveira
    http://www.naqueleoutono.com

    ResponderExcluir
  12. Morro de vontade de ler esse livro desde que vi a sinopse dele um tempinho antes e achei a forma que ele é escrito genial, quero ler.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!