Favoritos de 2014 (em construção)

sábado, 31 de outubro de 2015

Então eu li... Jamie McGuire [Bela Distração]

Bela Distração
Sinopse
Cami Camlin é uma garota intensa e independente, dona do próprio nariz desde a época do ensino médio. Agora, cursando a faculdade e trabalhando como bartender no The Red Door, Cami não tem tempo para nada, até que uma viagem para visitar seu namorado é cancelada e, pela primeira vez em quase um ano, ela tem um fim de semana de folga.
Trenton Maddox era o rei da Universidade Eastern. Os caras queriam ser como ele, as mulheres queriam domá-lo. Mas, depois de um trágico acidente virar sua vida de cabeça para baixo, ele deixa o campus para lidar com a culpa esmagadora.
Um ano e meio depois, Trenton está morando com o pai e trabalhando em um estúdio de tatuagem para ajudar a pagar as contas. Justamente quando ele pensa que sua vida está voltando ao normal, nota Cami sozinha em uma mesa no Red Door.
Como a irmã mais velha de três caras de pavio curto, Cami acredita que não terá problemas para manter a amizade com Trenton no nível estritamente platônico. Mas, quando um Maddox se apaixona, é para sempre — mesmo que Cami possa ser a razão para que a já fragilizada família Maddox desmorone de vez.
Em Bela distração, o leitor vai mergulhar novamente nas emoções do universo de Belo desastre, além de vislumbrar mais alguns momentos do casal mais amado da literatura new adult, Travis e Abby.


Depois de anos procrastinando eu - finalmente - li um livro da famosa Jamie McGuire, autora do adorado Belo Desastre. Em uma semana de forte ressaca literária resolvi mudar isso e ler algo dela, para, quem sabe, entender o porquê de tanto burburinho; e como amo o gênero (new adult) consegui unir o útil ao agradável. 

O livro, para minha decepção, possui apenas o ponto de vista da mocinha, Cami, que apesar de não ser aquela protagonista clichê e mimizenta, possui seus dramas e seus momentos insuportáveis. Apesar de já ter esperado isso, não consegui ter empatia por ela; não tanto pelo seu jeito ou suas ações, mas principalmente pela narrativa em si. O que senti é que Jamie não soube aprofundar e explorar tudo o que Cami tinha a oferecer e acabou criando uma protagonista rasa, sem muitos atrativos apesar de tentar ter "atitude" em partes esporádicas do enredo. 

O grande forte da autora, ao meu ver, é criar bad boys.
Já ouvi em algum lugar que o Travis, protagonista de Belo Desastre, é violento, inconsequente e ciumento ao extremo, mas ainda assim apaixonante. Oi?
Tais características em nada me chamam atenção, a não ser para estudo de comportamento (rsrs), mas nas narrativas do gênero eu até relevo um ataque hormonal ou outro e em suma não me importo tanto, contanto que ele continue preso no livro, hehe. Não sou a única a pensar assim, sou? 

Estava esperando algo assim do Trenton.
Grata surpresa. 
Ele não foi o bad boy que eu esperava e isso me surpreendeu positivamente. 
Trenton não é um modelo maravilhoso de homem e tem seus momentos nervosinhos; mas soltei alguns suspiros por ele, confesso. Acho que teria gostado ainda mais desse livro se tivesse o ponto de vista dele. Com certeza seria mais divertido. 

A autora possui seus diferenciais e inova ao colocar uma protagonista forte e independente (apesar dos pesares); além do mocinho suspirante e da surpresa que ela nos dá bem na última linha, o que me deixou empolgada para ler o segundo livro, Bela Redenção. 

Não foi uma leitura incrível ou indispensável para mim, nem me tirou tanto da zona de conforto, mas não foi ruim
Não sei se irei me apaixonar também pelos outros irmãos Maddox, nem se continuarei lendo a serie, mas isso só o tempo dirá. 



P.s: Então eu li.... é uma coluna no blog onde escrevo sobre alguns livros que leio, mas nada aprofundado. Não é uma resenha, então me abstenho de falar muito sobre a estória em si, aproveitando o espaço para falar diretamente com o leitor e trocar algumas ideias. 

13 comentários :

  1. Oiii, tenho uma grande curiosidade em ler esse livro, por mais que eu tenha já a algum livro dele, eu fico meio assim sempre de começar, quem sabe um dia eu leio. Eu adorei essa tua coluna com esse nome, super criativo. Beijão
    Segredosliterarios-oficial.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Sinceramente acredito que não lerei essa obra. Tem vários motivos meus, mas resumidamente esse mercado New Adult não me encanta nem de longe...
    Mas quem sabe um dia, né?

    Adorei a sua resenha e a sinceridade em expor duas opiniões! ;)

    ResponderExcluir
  3. Olá! Nunca li nada da autora, nem tenho muita vontade rs Livros do gênero têm me cansado um pouco, já não chamam mais tanto a minha atenção. Tudo parece bem previsível, mas que bom que ao menos você se surpreendeu com o desenvolvimento do personagem Trenton. Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Ola Gab lindona eu amo o Travis kkkkk, ainda não li a história de seu irmão, mas uma pena a autora deixar a protagonista com uma história rasa, acredito que Jamie acerta em seus mocinhos ou vilões dependendo do ponto de vista rsss. Espero ler em breve o livro, mas leia mais um da autora quem sabe te conquiste. beijos

    Joyce
    http://www.livrosencantos.com/

    ResponderExcluir
  5. Olá Gabrielly
    Sabe que eu nunca li nada da autora.
    E também não tenho nenhuma vontade de ler, de verdade. hehehe
    Não sei se é o momento que não é apropriado ou se é o estilo que não me atrai tanto.
    Eu até curto um charme de bad boy, mas esse negócio de ser violento e ser apaixonante para mim é meio forçado.

    Beijos
    http://aventurandosenoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Gabi tudo bem, que pena que ele não te surpreendeu, digo isso por que adoro os irmãos Maddox, sou bem suspeita para falar sobre essa autora. Mas ela tem uma narrativa e diálogos agradáveis que deixa o livro leve, portanto a leitura é descontraída. Adorei a coluna. Bjkas

    ResponderExcluir
  7. Não curto muito esse tipo de livro e particularmente, odeio bad boys kkkk.
    Nunca li nada da autora e realmente não pretendo, porque acho o gênero bem cheio de clichês...
    Bjs, Isa
    http://pausaparaconversa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Gaby, eu até tento ver o lado positivo desse tipo de leitura, mas não consigo. Esses bad boys que mulher nenhuma resiste eu não consigo simpatizar. E ainda são violentos, é isso?! Não, não, não. Mesmo ficando só na ficção.
    Ah, eu li uma resenha que falava da capa que tem algo a ver com a história e tal. Essa capa me intriga.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Oláá
    Eu tenho bastante vontade de ler Belo Desastre e toso os outros pois já li outro da autora e gostei muuuito, que bom que é uma leitura interessante, espero que goste dos outros

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oii, tudo bem?
    Parece ser um livro bem legal, quero muito começar a ler essa série, pois muita gente me indica, mas ainda não tive a oportunidade.
    Bjs da Mary
    http://leiturasdamary.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá! Concordo contigo, eu comecei os livros da série e não gostei, realmente não fizeram meu estilo e agora vi que não sou a única, para quem gosta de romances assim deve ser uma boa pedida.
    http://k-secretmagic.blogspot.com.br/
    Xoxo

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bem?

    Já tentei ler Belo Desastre e foi um fracasso. Comecei umas três vezes, mas t-u-d-o me irritava em demasio. Super concordo contigo, também não entendo como um personagem tão contrário às expectativas possa agradar tanto as mulheres. Eu não fico nada animada para ler mais livros dessa autoras, mas gostei muito da sua resenha, pois foi inteligente e verdadeira, parabéns!

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. ' protagonista clichê e mimizenta' isso já é suficiente para eu não querer ler, sério, não dá para ficar comprando livro clichê o tempo inteiro, dinheiro anda tão difícil, gosto de resenhas assim como a sua, que dizem a real...

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!