Favoritos de 2014 (em construção)

sábado, 16 de abril de 2016

Vamos Juntas? - O Guia da Sororidade para Todas

#MovimentoVamosJuntas

| Skoob || 144 páginas || Galera Record |
Sinopse: Toda mulher já se sentiu insegura na hora de sair sozinha na rua. O risco de ser abordada, perseguida ou assediada é uma realidade. Mas, um dia, uma moça chamada Babi Souza teve uma ideia simples e revolucionária: da próxima vez em que você estiver sozinha, olhe para os lados. Pode ter outra mulher andando na mesma direção. Por que não vão juntas?
Logo, o movimento Vamos Juntas? conquistou moças em todo o Brasil, se tornando um símbolo de união feminina e feminismo, na defesa por direitos iguais entre homens e mulheres. Aos poucos, muitas mulheres mudaram sua forma de enxergar o dia a dia e a moça ao lado. 
Além de dados sobre o feminismo, que mostram como ainda há tanto a ser conquistado, este guia traz relatos de mulheres que aprenderam, junto ao Vamos Juntas?, a enxergar companheiras umas nas outras. A se unir, ao invés de rivalizar.


Já aconteceu com vocês de terem que ir para casa sozinhas à noite, passando por lugares desertos? Nessas horas, uma amiga do lado faria um bem danado, não é? Não nos sentiríamos mais sozinhas e enfrentaríamos o trajeto com mais segurança. 
Bem, muitas mulheres passam por isso todos os dias. O medo do assédio e da violência está em todas nós nesses momentos, e foi pensando nisso (e tendo vivido isso) que Babi Souza criou, com algumas amigas, o movimento Vamos Juntas, que hoje é um sucesso na internet e vem ajudando muitas manas.

O movimento está ligadinho com a SORORIDADE, e não teria força suficiente sem ela, sem essa palavrinha que muita gente desconhece o significado. 

"Sororidade é a união e aliança entre mulheres, baseadas na empatia e companheirismo, em bbusca de alcançar objetivos em comum."
Agora, que tal colocar em prática? Aqui temos algumas formas:



Nós, mulheres, não somos rivais, como o machismo tanto diz. Não devemos tratar a próxima dessa forma, com sentimentos de inveja! Muito menos culpar sempre a mulher quando sua amiga é traída pelo namorado ou algo do tipo. Não estimule o desafeto entre mulheres. 
E importante: NUNCA coloque a culpa nas mulheres assediadas ou violentadas. A culpa não é da mulher! Em nenhum momento a culpa por esses atos deverá ser atribuída às vitimas. 




























Vamos Juntas? É mais que um livro sobre sororidade (o que já é incrível), é um movimento; é amor; é irmandade. É pensar na próxima. É acreditar que juntas somos mais fortes. É empoderar. É uma mancha grande, bonita e rosa que está tomando o Brasil, e que esperamos crescer ainda mais.

O livro reúne relatos de mulheres espalhadas por todo brasil, que escrevem para a página do Vamos Juntas suas experiências e primeiro contato com o movimento.

"Entrar em contato com cada relato fazia com que as mulheres se colocassem no lugar de outras e que sentissem aquele quentinho  no peito chamado sororidade. Um exemplo é esta mensagem enviada por uma seguidora da página: "Eu me arrepio só de ler, por imaginar que poderia ter sido comigo, e sinto um enorme carinho pela moça que passou por isso. " Essa compaixão mostra que somos muito mais irmãs do que a maioria imagina."


















"Se você não conhecia a sororidade e nunca percebeu como ela faz fala na sua vida, prepare-se: a partir de agora vai começar a observá-la. No início, pode ser desesperador, mas lembre-se: é o momento de fazermos diferente. Quando se deixa de andar na rua ao lado de outra mulher que pode estar se sentindo tão insegura quanto você, a sororidade faz falta. E esse é apenas um exemplo, e dos mais grosseiros."

A edição do livro, publicado pela Galera Record, está impecável. São várias imagens fofas, e cada página tem um detalhe especial. Diagramação excelente! O livro é todo branco, rosa e amarelo.

Vamos Juntas? é um presente maravilhoso para oferecer à nossas amigas, mães e irmãs; primas e conhecidas. É um livro que deveria ser lido por todas.

Aprendi muito durante a leitura! Não conhecia a palavra sororidade até lê-la aqui (na verdade, nem o dicionário da web reconheceu!);  também não conhecia o movimento, o que foi uma surpresa. Fiquei maravilhada com a ideia e já estou colocando tudo isso em prática, um pouco e todos os dias.

Super indicado!

Página do movimento no Facebook: https://www.facebook.com/movimentovamosjuntas/?fref=ts

23 comentários :

  1. Oie, gabi, não conhecia também a palavra sororidade e gostei de saber que significa aliança e união entre mulheres. Adoro a premissa desse livro e tenho uma grande vontade de lê-lo. também gosto do fato de ter dados a respeito do feminismo e acho que os relato das mulheres a respeito de como alguma outra mulher lhe ajudou em momentos de apuro deve ser emocionante. Gostei da descrição em relação as cores que predominam no livro e mesmo sem ter lido já concordo com a sua afirmação de que todas as mulheres deveriam conhecer esse livro.

    ResponderExcluir
  2. Olá Gabrielly!
    Conheci esse movimento através da página do Facebook e o achei sensacional.Nós, mulheres, devemos mesmo nos unir e movimentos como este somente nos deixam mais fortes,criando laços de amizade e companheirismo,por isso estou extremamente ansiosa para ler esse livro.
    Adorei sua resenha.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Gabi, esse livro é maravilhoso não é mesmo?! Já li e me surpreendi muito com esse projeto. Nós, mulheres, precisamos muito ficar juntas e nunca podemos esquecer disso e do quanto podemos ajudar uma as outras. Assim como você eu também aprendi muito durante a leitura e também desconhecia a palavra sororidade. Também acho que todos deveriam ler.
    Beijos, Fer ♡♡♡♡

    ResponderExcluir
  4. Oi Gabrielly, eu nunca tinha ouvido falar da palavra sororidade e até nisso, o livro em questão é inovador. A ideia original e todo o conteúdo é muito pertinente aos dias de hoje. E pelas fotos do seu post, a edição gráfica do livro tá espetacular.
    Adorei!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oie Gabrielly.
    A cada dia que passa percebo que estamos passando por uma fase de mudanças, grandes mudanças e fico me perguntando onde isso nos levará, são muito movimentos por coisas que deveriam fazer parte do ser humano e ponto, preconceito de raças? Pow, o mundo é grande e nem os animais são todos iguais por que deveríamos ser? Que bobagem. Feminismo? Já passou da hora do mundo perceber que a mulher tem seu lugar tão fortemente plantado na história da humanidade quanto os homens. Abusos, bullying? Caramba galera, não precisamos fazer isso com os outros. Mas infelizmente não são todos que pensam assim e muitas mulheres ainda precisam aprender e perceber que elas tem sim voz, amei esse livro e acho que seu trabalho está maravilhoso.
    Bjokas

    ResponderExcluir
  6. Oi, eu estou louca para ler esse livro, já que conheci o movimento pelo facebook e acompanho ele, e acho que é um movimento valido, onde uni varias mulheres desconhecidas em prol de algo em comum,que é a propria segurança. Achei genial o movimento e apoio ele e acho que ele é um simbolo do feminismo e da igualdade e sua resenha só me deu mais vontade de ler esse livro que acho tão essencial para todos, principalmente para nós mulheres.
    bjus

    ResponderExcluir
  7. Oii
    Eu não conhecia esse livro e gostei muito do que disse, sem contar que achei a diagramação simplesmente perfeita.
    Acho que não li nada no estilo ainda, mas gostaria.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Esse livro é muito bacana , um movimento muito legal que aproxima as mulheres. Temos esse fato de acharmos que somos inimigas e blá blá blá.. mas isso é falta de bom senso e humildade. Esse livro é uma ótima opção de presente para pessoas que pensam assim, e abram a sua mente. Nós temos que nos ajudar, lutar contra esse machismo que só cresce a cada dia!

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oiii!!

    Eu ainda não li esse livro mas estou louca para fazer, acho que é uma leitura válida a todos principalmente nesse momento em que vivemos.
    Amei sua resenha e a editora fez um ótimo trabalho com a diagramação. Espero comprar em breve!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Eu nunca nenhum tipo de problema em sair sozinha, mas entendo que existem inúmeras mulheres que os tem. E pensando nos dias malucos de hoje é quase uma salva guarda sair acompanhada. Ainda não tive a oportunidade de ler esse livro, mas acho a ideia super interessante.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
  11. Olá Gabrielly,
    Parabéns pela resenha. Esse movimento fez parte da minha vida desde que foi criado. Já participei com algumas mulheres para passar por caminhos escuros, pois é bastante difícil você temer e, se algo acontecer, ouvir que a culpa é SUA. É um absurdo.
    Não devemos MESMO considerar as mulheres nossas rivais, temos que nos unir e tentar melhorar o mundo.
    Espero ler esse livro em breve.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  12. Ooi! Achei a ideia muito bacana, afinal, quem gosta de estar sozinha bum caminho estranho na volta para casa ou ida para algum lugar? Esse sentimento de medo tem nos acompanhado há tanto tempo, mesmo depois de tantas lutas e etc. Eu não sou feminista, porém, como toda pessoa, tenho minhas opiniões e algumas delas batem com a essência do feminismo. O assédio é algo que mais me feica desconfortável numa sociedade em que muitos homens, até dentro das igrejas nos dias de hoje (sou cristã), são machistas é o cúmulo :/ Ainda mais por sabermos de como Jesus revolucionou o tratamento para com as mulheres (e naquela época!). Bom, quem sabe eu não tenha a oportunidade de ler este livro um dia? Parabéns pela resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Que interessante. Não posso dizer que sou bem informada em relação ao feminismo, então não vou falar diretamente sobre ele, apenas sobre o livro, que raramente gostei muito. Além da questão estética - é bem fofinho - o tema é bem importante. Atualmente (na verdade, sempre) tem sido difícil ser mulher, e através de obras assim, aprenderemos a ser irmãs, amigas, MULHERES. A dica foi super válida e me informarei mais sore o feminismo e sobre o livro. Abração <3

    ResponderExcluir
  14. Eu acho a capa desse livro linda. É uma obra que eu quero muito ler, não é um gênero que eu acompanhe sempre, mas por vezes leio algo parecido e esse parece ser um dos melhores. Acho que ele tem alguns temas muito importantes e quero conferir o livro todo.

    ResponderExcluir
  15. Oi, tudo bom?
    Ainda não li esse livro, mas acredito que irei amar! Acompanho a fanpage e tal. Adorei que tenha virado livro, achei a capa maravilhosa e a edição também um capricho só! Quero muuuuuuito esse livro! Parabéns pela resenha, ficou demais!
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Que livro mais lindo. Adorei a capa, adorei o conteúdo e quero muito ter <3 Adorei sua resenha, pois fiquei mais informada a respeito do que se realmente trata a obra, antes eu só vi algumas fotos bonitinhas e nem tinha ideia do que era.

    Abraços
    colecoes-literarias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Também não conhecia a palavra sororidade antes de ler, nem muito menos tinha ouvido falar desse movimento, mas acabei me apaixonando pelo livro e me tornei adepta e divulgadora. Não sabia sequer o conceito correto de feminismo antes de ler. Foi uma leitura que realmente me encantou e que me fez mudar coisas em minha vida, todo mundo deveria ler mesmo, e com certeza é uma ótima dica de presente!

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  18. Olá!!

    Eu já tinha visto esse movimento e achei maravilhoso!
    Tb não conhecia a palavra sororidade. Eu estou doida por esse livro, gostei de todas as resenhas que li até agora e tem uma proposta incrível.
    Com certeza um ótimo presente!

    bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oieee! Só de olhar já vi que o livro é mega fofo e lindo. Agora some a importância desse livro a essa diagramação perfeita, pronto, batata! Não algo incomum nós virmos por aí mulheres que "odeiam" mulheres e ficam de rivalidade mesmo! Isso é muito feio! Eu enxergo isso de outra forma: aquela mulher que vc fica querendo disputar tem algo que te chama atenção e te incomoda. E infelizmente o nome disso é inveja. Sobre mulheres serem culpadas por abusos: NUNCA! Ainda que a mulher tivesse pelada gente! É difícil acreditar que nos dias de hoje ainda tem gene, ou pior ainda, mulheres, que pensam assim! Acho que essa leitura é válida principalmente para as mulheres passarem a se enxergar de maneira diferente! Bjosss

    http://www.porredelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. Olá!

    Esse livro e movimento é de extrema importância atualmente. Principalmente com nosso legislativo machista (que humilha a mulher em nome do conceito de família), a conscientização dos direitos da mulher é imprescindível.

    Foi bem legal da sua parte expor o conceito de sororidade.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  21. Olá, tudo bom?
    Achei esse movimento muito importante, por conta do machismo.
    E também não conhecia a palavra sororidade rsrs.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  22. Oi...

    achei a ideia muito interessante, não conhecia essa palavra, pra mim é novidade!

    Legal vc trazer isso tudo ao nosso conhecimento...

    bjs

    ResponderExcluir
  23. Oi! Eu já tinha ouvido falar do movimento Vamos Juntas?, pelo facebook mesmo. Acho a iniciativa incrível, adoro e apoio toda e qualquer proposta do tipo. O Vamos Juntas?, especificamente, mostra o quanto as mulheres podem se tornar fortes quando estão unidas, elas devem ser aliadas e não rivais, como a sociedade machista insinua. A diagramação é maravilhosa e já estou garantindo meu exemplar mês que vem! ❤

    Adorei a resenha. Abração!

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!