Favoritos de 2014 (em construção)

sexta-feira, 1 de julho de 2016

Bowie - A Biografia, de Wendy Leigh

Autor: Wendy Leigh
Editora: Best Seller
Páginas: 322
Gênero: Biografia
Skoob
*Exemplar cedido em parceria com a editora

Sinopse: Leigh traça toda a trajetória do músico, desde a infância em sua família problemática, passando pela juventude desvairada em busca do sucesso, até atingir o estrelato e se tornar uma entidade única e inigualável da cultura popular contemporânea. Ao analisar a pluralidade de personagens que o cantor incorporou, examinando sua recusa a se submeter a qualquer padrão sexual, a autora também aponta para uma falta de ortodoxia sem precedentes, chave para a desconstrução de tabus e estopim de uma revolução dos costumes de gênero. Descritas fielmente neste livro, a subversão e a criatividade, algumas das características mais marcantes do astro britânico, não apenas o destacam de seus colegas de profissão, mas são responsáveis pelo charme de Bowie, que cativou milhões de fãs em todo o mundo. Este é o registro mais íntimo e revelador da vida de um dos maiores ícones da história recente. Bowie é, portanto, uma leitura indispensável para todos aqueles que ainda não se contentaram em dizer adeus a David.



David Robert Jones nasceu em Londres no ano de 1947, em um país que ainda sofria os efeitos da Segunda Guerra. Sua infância foi simples, porém logo cedo mostrava ser diferente dos outros meninos, com seus dotes artísticos sendo revelados aos poucos; para deleite de seu pai, que sempre soube que seu filho estava fadado ao sucesso, e ele faria de tudo para que seu menino conseguisse subir o mais alto possível.

E David subiu, se tornando, depois de muitos anos de erros e acertos, o Camaleão do Rock. Querido e amado por muitas gerações, David Bowie - e antes Ziggy Stardust - até hoje influência a música, com sua personalidade marcante e a carga intelectual de suas obras.

Nesta biografia escrita por Wendy Leigh, conhecemos o Bowie em diversas fases de sua vida; de sua infância até o momento em que finalmente estourou, fazendo um estrondoso sucesso. Seus amores, suas conquistas, suas polêmicas... Do nascimento de Bowie até seu adeus, em 2016. 

Entre seus maiores sucessos estão as músicas Space Oddity, Let's Dance, Life on Mars? e Heroes. Mas nem só na música permaneceu Bowie, se arriscando também em peças de teatro e no cinema, conquistando a crítica com o filme Labirinto - A Magia do Tempo; depois de algumas produções fracassadas. 


O fato é que Bowie estava sempre se reinventando, e em momento algum no início sua carreira ele desistiu ou relaxou. Mesmo quando fazia revelações bombásticas - para a época -, era no intuito de se promover, e o mesmo admitiu isso. Tanto que chegou a se afirmar gay em uma entrevista, para depois se dizer bissexual, e, mais tarde, heterossexual. 

Bowie explorava ao máximo sua sexualidade, e seus vários relacionamentos amorosos ou puramente sexuais, com homens e mulheres, foram detalhados no livro. E é nesse ponto que tenho uma grande ressalva com essa biografia. 

A autora foca muito na parte sexual da vida do Bowie. Foram páginas e mais páginas falando sobre suas conquistas, quantos foram, o que fizeram... Uma hora fiquei cheia por serem tantas descrições desnecessárias sobre algo que poderia ter passado sem tantas menções. 

"Eu era um garoto que amava ficar no quarto lendo e alimentando ideias. Vivia muito na minha imaginação. Foi um grande esforço me tornar um animal social", disse ele.
Quando li sobre esse lançamento da editora Best Seller fiquei maluca para conferir a obra, e nem tanto por ser fã, pois não me considero uma, mas por ser uma confessa curiosa sobre sua vida e sua obra, além de uma admiradora de seu estilo único.


Uma questão interessante que a autora aborda é a relação de Bowie com a família, seu pai e sua mãe, sendo  que essa não demonstrava carinho para com ele em sua infância (o que acabou marcando o artista para sempre). E depois com sua primeira mulher, Angela, e seu filho Zowie (Duncan Jones). E por fim seu duradouro casamento com Iman, período mais tranquilo de sua vida.

O vício nas drogas, as questões familiares; o dinheiro, a fama e a glória; os percalços da carreira, os amigos e as várias faces de uma estrela do rock que mudou o mundo da música e deixou seu nome para sempre marcado na história. 
"A música me deu mais de quarenta anos  de experiências extraordinárias. Não digo que as tristezas da vida ou os episódios mais trágicos foram amenizados por causa dela. Mas ela me concedeu muitos momentos de companheirismo quando eu estava solitário, e foi um meio de comunicação sublime quando quis tocar as pessoas. Tem sido tanto minha porta para a percepção quanto a casa em que moro. Só espero que a música os abrace com a mesma força vital e vigorosa que ela gentilmente me ofereceu."
Com essa leitura consegui saciar minha curiosidade sobre o artista, mas posso dizer que os fãs mais fervorosos do autor irão sentir falta de uma profundidade maior na obra. Bowie - A Biografia, é um bom livro, mas que poderia ter sido melhor.

Agora sobre a edição, tenho só elogios. Eu acho a capa e o efeito incrível, um trabalho gráfico primoroso. As páginas são amareladas e encontramos muitas fotos interessantes no meio do livro, essas em um papel de ótima qualidade.

Se você, assim como eu, tem curiosidade sobre a vida de David Bowie e sua obra, indico fortemente a leitura!

22 comentários :

  1. Olá Gabi,
    Confesso que não gostaria de ler essa obra, pois não tenho nenhum tipo de envolvimento com ele. De qualquer maneira, acho que é uma ótima indicação aos fãs e demais admiradores de seu trabalho. Para quem tem curiosidade, também é um título interessante para leitura. Agora, a respeito da edição deve ser linda mesmo. Acho bem legal ter essas questões envolvendo relacionamentos com familiares e afins.

    Beijos, Fer
    http://www.segredosemlivros.com/

    ResponderExcluir
  2. Olá, eu confesso que nem conhecia o artista até ter conhecimento sobre essa obra. Embora eu goste muito de ler biografias, essa é uma das que não estão na minha lista de desejados, não por não tê-lo conhecido ou por não ser uma de suas fãs, mas por que a história não me atraiu mesmo. Acredito que os fãs vão gostas bastante mas como você mencionou, por faltar um pouco mais de profundidade, talvez se decepcionem um pouco.

    ResponderExcluir
  3. Eu adoro biografias e mesmo não curtindo o estilo musical do cantor, é um livro que quero muito conferir, principalmente com esta arte gráfica maravilhosa.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi Gabi, tudo bem?
    Conheço poucas músicas do autor, e até o momento não busquei conhecer outras. Mas sei que ele era amado por muitos fãs e que havia inspirado tantas pessoas a realizarem ótimos trabalhos também. O que mais gosto nele é a questão da sexualidade, ele não liga para os que pensam do seu estilo e modo de viver e é algo que muitas pessoas deveriam aprender também. Com certeza o livro deve ser um prato cheio para os fãs, ainda que não esteja tão aprofundado.

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  5. Oi Gabi
    Nunca fui fã de Bowie e conheço pouquíssimo seu trabalho e vida. Por isso essa não seria uma leitura que eu arriscaria fazer, pois não há um gatilho para minha curiosidade.
    Mas que bom que com você foi diferente e pelo que vi, você realmente gostou do livro. Realmente a edição está maravilhosa e quem é fã não pode perder.
    Gostei da riqueza de detalhes em sua resenha.
    Valeu a dica.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  6. Oi, primeiramente eu tenho que dizer que o livro está lindo e que eu fico encantada com o carinho que as editoras têm na diagramação de cada bibliografia. Infelizmente eu não gosto nada de biografias e portanto essa obra não me agrada tanto para entrar para minha lista de leituras! E que bom que a obra pode saciar sua curiosidade, é sempre bom quando a obra atende nossas expectativas. Parabéns pelo post!
    Um beijo

    ResponderExcluir
  7. Olá Gabi,
    Fico muito feliz que você tenha conseguido saciar sua curiosidade de conhecer um pouco mais Bowie e é uma pena que fãs sentirão falta de aprofundamento maior. Confesso que não sou fã dele, curto as músicas, mas não sou viciada. Por conta disso, não tenho curiosidade de ler o livro.
    Uma das coisas que achei ruim foi o excesso de descrição dos relacionamentos dele, que você cita. Acho que boa parte poderia ser dispensado, maaas.
    Enfim, como disse antes, não tenho curiosidade em relação a obra, mas acho que muitos podem ter.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  8. Oiee ^^
    Eu nunca fui fã do autor, então eu não leria o livro. Mas minha irmã leu, e, apesar de ter gostado, ela se decepcionou muito com o Bowie como pessoa, pois ele acabou sendo totalmente contrário do que ela sempre imaginou que seria, e para pior. É chato quando focam demais nos relacionamentos da pessoa, né? Parece que ela só vive disso o.O
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi!

    Eu também li essa biografia e adorei. Eu fiquei bem sentida com a morte dele então desde que soube, não paro de ouvir e reouvir seus álbuns. Haha. David Bowie foi um astro, um dos poucos que se assumiram como libertinos, com desejo de explorar sua sexualidade, de ser diferente, de ser quem ele tinha vontade de ser. E isso era totalmente perceptível em suas canções. Fico feliz que tenha gostado e essa edição é maravilhosa né?

    bjss

    ResponderExcluir
  10. Olá!! :)

    Eu nao conhecia o livro e nao fiquei com vontade de le-lo... Mas aculpa nao foi da tua resenha, que ate achiei contagiante!! :) O problema e que nao gosto nada mesmo de biografias...

    Ah! Tambem gostei das fotografias e acho muito bom que tenhas "saciado" essa curiosidade sobre ele... :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  11. Oie...
    Assim como você, não sou muito fã dessa personalidade, porém, conheço algumas músicas e tenho que admitir que o cara é talentoso... Não tenho tanta curiosidade a respeito do livro, mas, achei interessante que o autor abordou temas como familia.
    Parabéns pela resenha!
    BJO

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Essa obra é imprescindível para quem é fã do Bowie. Eu não sou e deixo de lado, mas sua resenha já me esclareceu diversos fatos que eu sempre tive dúvida, como o fato da sexualidade que em cada momento ele se dizia uma coisa diferente. Quando as partes sexuais, os detalhes são extremamente desnecessários mesmo e não deve ser uma coisa muito legal de ler.
    Beijos.
    http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Eu já vi algumas resenhas positivas sobre esse livro, mas ainda assim não tenho interesse nele. Não sou fã de Bowie, não escuto as músicas dele e também não gosto muito de biografias. Então essa dica eu vou deixar passar...
    Concordo com você que essas várias páginas falando sobre a vida sexual do cara devem ter sido mesmo desnecessárias. É uma pena que o livro não teve um aprofundamento maior, mas fico feliz de saber que você matou sua curiosidade sobre o cantor.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Olá,
    Não sou muito chegada a biografias e por isso não tenho interesse em ler o livro e também porque nunca fui muito chegada ao Bowie. A edição gráfica realmente parece estar maravilhosa e por a autora falar muito da parte sexual, deve mesmo ter ficado cansativo. Adorei a resenha!
    Beijos.
    http://www.virandoamor.com/

    ResponderExcluir
  15. Eu quero esse livro agora! Eu sou apaixonada por Bowie tanto nas músicas como nas outras artes que ele ingressou. Aliás não sei se você já assistiu mas até pouco tempo atrás tinha o filme do Labirinto no Netflix e eu gostei muito da história apesar claro se ser meio infantil. Também amo a participação que ele faz no filme Christiane F.
    Mesmo você dizendo que os fãs podem se decepcionar pela falta de profundidade no livro eu ainda o quero para saciar minhas curiosidades e para conhecer mais de um cantor que admiro tanto e tenho certeza que será eterno em suas canções por muitas gerações ainda.
    Bj

    ResponderExcluir
  16. Oi, tudo bem?
    Confesso que nunca ouvi musicas do Bowie, sim, pode me julgar haha, por isso não me interessei muito pelo livro, até porque não sou muito chegada em biografias, mas vou procurar saber mais sobre e quem sabe eu não acabo gostando. Adorei sua resenha!
    Beijos,

    garotareading.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Sou louca, alucinada, apaixonada por Labirinto, e só por isso vou ser fã do Bowie pra sempre. Mas confesso que não acompanhei o resto da carreira artística dele, então não sei se gostaria de ler a biografia, principalmente por focar na parte sexual da vida dele, que realmente não me interessa nem um pouco. Que bom que mesmo com esse detalhe você recomenda a leitura, mas não acho que eu vá ler.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  18. Menina,
    vou ter que admitir que nunca havia ouvido falar do artista, mas isso nem é surpresa pra mim, já que sou completamente desligada do meio musical, também não costumo ler biografias, sou bem mais chegada a boa e velha ficção, mas quando se encontra uma com temas tão relevante, acredito que tem mais é que ser lido e divulgado mesmo. Eu não leria, mas acredito que para quem curte o artista deve ser uma leitura e tanto, mesmo não sendo tão profundo.

    Abçs
    Nosso Mundo Literário

    ResponderExcluir
  19. Oie!!
    Adorei a resenha, confesso que tenho sérios problemas em ler biografias. Preciso gostar muitíssimo da personalidade em questão para conseguir realmente me interessar pela obra. Apesar de achar a história de Bowie interessante de se conhecer, confesso que não tenho muito interesse em me aprofundar mais no livro. Sua resenha para mim foi suficiente KKK. Apesar disso sei de pessoas que teriam muito interesse nele. Irei indica-lo a elas com certeza.
    Bjs

    ResponderExcluir
  20. Oi Gabi, tudo bem?
    Confesso que não consigo sentir vontade de ler esse livro, talvez por eu não conhecer ele e não ter nenhum envolvimento. Mas acho que é uma obra bacana para quem se interessa em saber mais dele e a biografia parece estar linda, com a diagramação bem legal. Adorei sua resenha, apesar de eu não sentir vontade em ler.

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  21. Oie!
    Confesso que não me interessei nem um pouco pela obra. Tanto por não ser um gênero que eu curta quanto por não ter envolvimento com o artista.
    Acho que os fãs dele irão adorar.

    Beijinhos da Mady.

    ResponderExcluir
  22. Como fã louca por Bowie, amei o livro. É bem mais pessoal do que as outras cinco biografias que li dele, que focam mais na carreira. Aqui mostra um Bowie bem humano, pai dedicado, que tinha seus defeitos e qualidades.Recomendo!!

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!